menina triste escola

Psicólogos dizem que meninas a partir dos seis anos de idade começam a ser afetadas por estereótipos de gênero nocivos a sua inteligência. As descobertas foram publicadas na revista Science.

A crença em si mesmo não é apenas uma boa ideia. Muitos estudos mostraram que meninas e mulheres que são confiantes em suas habilidades tem probabilidade maior de serem bem sucedidas na escola e em suas carreiras. Elas são mais propensas a assumir riscos, apresentam resultados mais elevados em testes e avançam no mundo. Contudo,  de acordo com as pesquisas o sexismo generalizado pode tornar essa confiança muito difícil de encontrar.

“Nossa sociedade tende a associar o brilho ou dom aos homens mais do que as mulheres, e essa noção empurra as mulheres para fora de profissões que são percebidas como aquelas que exigem brilho”, disse o pesquisador Lin Bian que faz doutorado na Universidade de Illinois. “Queríamos saber se as crianças também endossam esses estereótipos.”

A equipe de pesquisa recrutou 400 crianças entre as idades de 5 e 7 para uma série de quatro experimentos. No primeiro, as crianças foram contadas uma história sobre alguém que era “realmente, realmente inteligente” e foram informados sobre quatro pessoas diferentes, dois homens e duas mulheres. No segundo estudo, eles simplesmente tinham que adivinhar qual das quatro pessoas era “realmente, realmente inteligente”.

As crianças com 5 anos de idade apresentavam ideias bem igualitárias, acreditando que qualquer gênero poderia ser o protagonista “realmente, realmente inteligente” da história. Mas aos 6 anos de idade, as meninas eram muito menos propensas a adivinhar que as mulheres podiam ser “realmente, realmente inteligentes”.

No terceiro experimento, os pesquisadores mostraram as crianças de 6 e 7 anos dois jogos muito semelhantes. Um foi rotulado para “crianças que são realmente, realmente inteligentes” e o outro para “as crianças que tentam fazer algo realmente, realmente difícil.” Então cada criança foi questionada sobre qual o jogo mais as interessou. Meninas e meninos estavam igualmente interessados no jogo para crianças que trabalham duro. Mas o jogo para crianças inteligentes foi significativamente menos popular entre as meninas.

No último estudo foram mostrados um jogo “para crianças inteligentes”, então perguntou se eles estavam interessados em jogar. As meninas de 5 anos de idade foram todas para ele, mas meninas de 6 anos de idade tinham substancialmente menos interesse do que os meninos.

Segundo Sarah-Jane Leslie que estuda filosofia na Universidade de Princeton.” Descobrimos que as mulheres adultas eram menos propensas a receber notas mais altas em áreas em que se pensava exigirem “brilhantismo/dom “, e essas novas descobertas mostram que esses resultados tem origem quando estereótipos de gênero começam a afetar a percepção das meninas sobre si mesmas bem cedo. “

Fonte:  Kate Horowitz tradução livre do site Mentalfloss

Deixe um comentário